sexta-feira, 28 de julho de 2017

13 dicas de fitness para você entrar em forma!

13 dicas de fitness para você entrar em forma!


Exercícios ao ar livre ajudam a eliminar o estresse
1- Dê um tempo aos aparelhos de academia
Permanecemos o dia inteiro sentadas no escritório. Na hora de malhar, o ideal é mudar de posição para sacudir a preguiça. “Para manter-se estimulada e criar uma rotina de exercícios, troque a academia pelo parque”, diz Marcio Lui, responsável pela boa forma de famosas como Sabrina Sato. “Caminhe, corra e ande de bicicleta. Seu treino ficará mais divertido”, afirma.


2- Invista nos circuitos
“Mover-se rapidamente de um exercício ao outro é ótimo para o sistema cardiovascular e também para tonificar o corpo por inteiro”, diz Chico Salgado, personal trainer de Fernanda Paes Leme. “Vá a um parque, ou outro local ao ar livre como o jardim do seu prédio ou casa, e faça três séries com 15 repetições de agachamento, abdominal, polichinelo, flexão de braço, afundo e saltos, sem descanso entre eles”, sugere Chico.

3- Verifique a postura
Ter consciência corporal é fundamental. Você não deve levantar mais peso do que aguenta. Procure o auxílio de um professor ao executar os movimentos. “Cuidado ao levantar carga, pois a má postura pode pressionar ossos e ligamentos e provocar lesões. Verifique a posição correta do corpo antes de fazer qualquer exercício”, afirma Marcio Lui.

4- Leve sua água
Durante a malhação, hidratar-se é muito importante para recompor os nutrientes do organismo. Nos treinos de baixa intensidade, como exercícios na academia, beber água é suficiente. Já nos de alta intensidade e longa duração, ingira bebidas isotônicas. Mas com moderação. “Elas não devem ser consumidas em excesso, pois o alto nível de sais minerais pode sobrecarregar as funções renais”, explica Marcio Lui.

5- Nunca deixe de malhar
Todo mundo sabe que ter disciplina é necessário para alcançar qualquer objetivo, mas e quando você não consegue ir à academia? “Troque elevadores por escadas”, diz Chico Salgado. Em casa, você pode substituir os aparelhos da academia por exercícios mais simples. “Faça abdominais, flexões e agachamentos com pesinhos”, completa. O importante é manter a rotina de treinos e não inventar desculpas para abandonar o projeto de boa forma.

6- Faça exercícios ao ar livre
“Praticar exercícios ao ar livre estimula a produção de endorfina e alivia o estresse”, diz Chico Salgado, que também é personal trainer da atriz Giovanna Ewbank. Além disso, você queima mais calorias quando corre contra o vento. “Outra dica que funciona é optar por esportes que tragam prazer durante a prática e ainda sejam benéficos ao seu corpo. O stand-up paddle, o futebol de praia e o surfe são bons exemplos”, diz.

7- Finja que ainda é uma criança
Correr é um pouco entediante? Volte a ser criança! “Durante os intervalos na corrida, pule corda por 20 segundos. Isso vai deixar o exercício mais divertido e dinâmico”, diz Marcio Lui. A combinação é superpoderosa e queima muitas calorias.

8- Salte na cama elástica
Quem tem problemas nos joelhos pode sentir dor ao pular corda com intensidade. Uma boa alternativa é saltar na minicama elástica. Os joelhos sofrem menos impacto, o que diminui a possibilidade de lesão, e as calorias queimadas são as mesmas. “Você nem perceberá o quanto está trabalhando”, afirma Marcio Lui.

9- Alongue sempre
É tentador escapar nos últimos segundos do treino e descartar o alongamento, mas isso pode causar problemas. Essa etapa é a responsável por manter os músculos flexíveis. A solução? Se você não pode alongar no pós-treino, faça estes exercícios ao longo do dia: movimente o pescoço, agache até tocar os pés e faça inclinações laterais com os braços esticados.

10- Mantenha-se na linha
Você está precisando de uma ajudinha para conquistar um corpo saudável? Os aplicativos para celulares e tablets podem ajudar. Com eles você vai descobrir o número de calorias que deve ser ingerido para alcançar o peso desejado de acordo com a quantidade e a intensidade de exercícios praticados durante o dia. É uma maneira prática de documentar seu progresso e saber se você pode se render a um pedaço de bolo de chocolate.

11- Aperte o play!
Quando o assunto é entrar em forma, todo incentivo é bem-vindo e a música pode ser uma ótima aliada. Tente montar uma playlist com faixas que considere empolgantes. Músicas que tenham batidas marcadas e animadas, como o hip-hop e o house, geralmente são as melhores opções.

12- Tem que suar
“As pessoas não gostam de suar, mas isso é muito importante para o organismo. A transpiração serve para ajustar a temperatura corporal”, diz Marcio Lui. Use uma toalha se achar que está suando em excesso.

13- Não se esqueça dos lanchinhos
Alimente-se antes e depois de se exercitar para obter melhores resultados. No pré-treino, uma barrinha de cereais ou uma banana ou maçã ajudam a manter o pique. “Depois, é importante consumir carboidratos e proteínas, pois são eles que irão reparar os músculos e evitar o catabolismo – desgaste excessivo da musculatura, causado por má alimentação e excesso de atividade física”, afirma Marcio Lui, que também é personal da modelo Alessandra Ambrósio. Consulte sempre um nutricionista que lhe dará as melhores opções para o seu objetivo.

CONHEÇA ESSES E OUTROS LOOKS PODEROSOS PARA VOCÊ ARRASAR NA ACADEMIA OU NAS RUAS:


COMERCIAL@PHYSICALFITNESS.COM.BR
FONE: (54) 33588529
WHATSAPP:(54) 99703.7875






FONTE: REVISTA ESTILO-ABRIL

quinta-feira, 20 de julho de 2017

Roupas de academia: 7 dicas para arrasar na academia ou fora dela

Roupas de academia: 7 dicas para arrasar na academia ou fora dela 

Já foi o tempo em que as roupas para malhar eram aquelas velhinhas que sobraram no fundo do armário. Os looks de academia ganharam cores, formas e tecnologia, tudo para deixar as mulheres mais bonitas e confortáveis na hora do treino. Mas, diante de tantas opções, como saber qual é a mais adequada para o meu tipo de corpo? Confira algumas dicas para fazer bonito e não passar despercebida.

Roupas para malhar


Legging

As leggings são as companheiras número um de quem não quer errar na hora de se vestir. As calças estampadas estão em alta porém aumentam o volume do quadril e bumbum, se você não deseja, evite-as. Já a legging preta (ou cores escuras) é um coringa para apostar sem medo.




Mas, atenção: alguns tecidos de má qualidade ficam transparentes quando esticados, o que vai te deixar super-desconfortável. Já pensou em perceber, no meio do exercício de glúteo, que sua calcinha está aparecendo? Invista em produtos de uma boa marca para não correr esse risco. A legging preta da Physical fitness é feita com poliamida e elastano, tecido com alta compressão, de altíssima qualidade, materiais que oferecem cobertura total e maior segurança para realizar qualquer exercício.

Short

As bermudas e os shorts tradicionais agora dividem espaço com os shorts-saia, que deixam o look ainda mais feminino. O modelo é ideal para quem não gosta de ficar com o bumbum marcado e pode ser usado sem medo. O mesmo vale para os shorts com bermudinha, que são justos por dentro e soltinhos por fora.

Camiseta

Prefira tecidos leves, como a poliamida, que são maleáveis, absorvem o suor e secam rápido. O poliéster também é uma boa opção, desde que apresente tratamento bactericida e antiodor. Alguns tecidos tecnológicos ainda oferecem proteção contra os raios UVA e UVB, sendo boas alternativas para praticar atividades ao ar livre. A Physical oferece uma ampla gama de tecidos tecnológicos (anti-odores, com proteção UV, antimicrobiano, dry, etc).

Top

As mulheres que têm seios grandes devem escolher um top estruturado que ofereça boa sustentação, principalmente se forem praticar atividades de alto impacto, como a corrida. Tops sem decote, que fecham a parte da frente, tecido firme e com alça estilo nadador são os mais adequados. Já quem tem seios menores pode valorizar a região e investir em peças mais bem trabalhadas, com decote e bojo.

Outras dicas

  • Fuja de peças que te deixem desconfortável ou limitem os movimentos. Elásticos apertados, blusas curtas ou calças muito baixas podem trazer esse problema. Experimente na loja e, se for preciso, fique alguns minutos com a roupa para ter certeza de que você se sente bem com ela.
  • A roupa de ginástica deve ser absolutamente confortável e modelar o seu corpo, ressaltando seus pontos fortes e disfarçando imperfeições.
  • Nos dias mais frios, aposte nas meias altas, que protegem as pernas e aquecem os músculos, evitando cãibras, estiramentos e inflamações. As meias coloridas até o joelho são febre nas academias e, quando usadas por cima da legging, ajudam a compor um look mais descolado, assim como as polainas.

Roupas para academia

Ainda está em dúvida de como colocar essas dicas em prática? A Physical fitness separou alguns looks para você usar e arrasar na academia. Combine peças básicas e coloridas e tenha uma produção diferente para cada dia. No site da marca, você confere outros modelos que vale a pena ter.
LEGGING EM CIRRÊ COM CORTES A LASER / BLUSA RUN COM PROTEÇÃO UV50+

TOP COM BOJO ESTAMPADO / LEGGING ESTAMPADA TECIDO DRY COM EXCELENTE COMPRESSÃO

TOP COM BOJO ANATÔMICO / LEGGING ESTAMPA 3D EM CIRRÊ

BLUSA EM VISCO, SOLTINHA E COM CAIMENTO / LEGGING SUPLEX POWER E TULE

LEGGING MISTA, ESTAMPADO COM SUPLEX LISO

CROPED VISCO / LEGGING CÓS SUPER-ALTO, COM COMPRESSÃO

BLUSA M.LONGA DRY EM POLIAMIDA / LEGGING EM SUPLEX POWER COM BOLSO DE ZÍPER

CAMISETA COM CORTES A LASER / CORSÁRIO POWER


CONHEÇA ESSES E OUTROS LOOKS PODEROSOS PARA VOCÊ ARRASAR NA ACADEMIA OU NAS RUAS:

COMERCIAL@PHYSICALFITNESS.COM.BR
FONE: (54) 33588529
WHATSAPP:(54) 99703.7875



sexta-feira, 14 de julho de 2017

5 dicas para driblar a preguiça e malhar no inverno

5 dicas para driblar a preguiça e malhar no inverno

Você costuma deixar de malhar o inverno? Veja dicas para não abandonar a academia nos dias mais frios!


Nos dias mais frios é comum que a disposição para se exercitar diminua e os quilinhos extras apareçam. “É no inverno que nos recolhemos mais e fazemos menos atividades ao ar livre, além de buscar alimentos mais calóricos, diminuindo o consumo de frutas e saladas”, explica Larissa Kussano, gerente técnica da Bio Ritmo.

O que pouca gente sabe é que as baixas temperaturas aumentam o gasto calórico. No frio o corpo tem que gastar mais energia para se manter aquecido, acelerando o metabolismo. “Essa é uma grande oportunidade para queimar os quilinhos extras e também manter a forma durante o inverno”, reforça a especialista.
Além disso, um estudo realizado por Paul Williams, do Departamento de Ciências da Vida do Laboratório Nacional Lawrence Berkeley, divulgado no American College of Sports Medicine, revelou que quem abandona e recomeça os exercícios com frequência tende a ganhar mais peso, comparado a pessoas que param e não voltam mais.
Para não desanimar e driblar a preguiça, listamos dicas para incentivar a malhação mesmo nos dias mais gelados.  
Repense o horário
Se costumava frequentar a academia muito cedo, mas tem dificuldades de sair da cama com o tempo frio, tente treinar na hora do almoço. O ideal é procurar um horário em que você fique mais disposta, evitando faltar ou desistir.
Tenha companhia
Quando a preguiça bater, convide uma amiga para treinar com você. Assim, uma incentiva a outra a não desistir. Também vale apostar nas atividades em grupo, que são mais motivadoras e animadas.
Monte uma playlist animada
Treinar com uma música que você gosta é uma boa estratégia para aumentar a disposição e realizar o treinamento até o fim.  
Não pense duas vezes
Passar em casa depois do trabalho ou faculdade antes de encarar a malhação não funciona. “Prepare a mochila na noite anterior e deixe no carro. Essa atitude pode facilitar na hora de você pensar duas vezes em ir à academia”, sugere.
Evite o modo “soneca” do despertador
Não enrole e saia da cama assim que acordar! “Assim, você tem menos chances de sabotar o treino da manhã, caso esse seja o seu único horário disponível”, diz ela. 

fonte: revista Claudia

sexta-feira, 7 de julho de 2017

Chá de gengibre para perder peso

   Chá de gengibre para perder peso


              Chá de gengibre acelera o metabolismo e ajuda a perder peso. Graças às substâncias termogênicas, o chá de gengibre pode dar uma força para quem quer eliminar quilos extras. Ele acelera o metabolismo e garante vários outros benefícios. Conheça-os e saiba como incluir a bebida no seu cardápio.



Gengibre é rico em cálcio, ferro e vitaminas A, B e C.
Existem alguns alimentos que auxiliam a perda de peso. É o caso do gengibre, um termogênico que faz nosso corpo trabalhar mais e, consequentemente, queimar calorias."As substâncias termogênicas do gengibre aumentam a temperatura corporal, acelerando o metabolismo e a queima de gordura. Mas a simples inclusão do gengibre na dieta não garante a perda de peso. Ela precisa ser associada a um programa de reeducação alimentar e de atividade física", esclarece a nutricionista Francine Schmidt, de Curitiba.

Acelerador natural


As propriedades emagrecedoras do gengibre foram confirmadas por cientistas da Universidade de Columbia, nos Estados Unidos. Os pesquisadores analisaram os efeitos de um chá bem forte, que pode ser consumido gelado, feito com uma colher (sopa) de gengibre em pó dissolvido em 180 ml de água. Os estudiosos notaram que, além de aumentar o gasto calórico até quando estamos em repouso, o gengibre ajuda a diminuir a fome. Isso porque ele estimula a produção de serotonina, substância ligada à sensação de bem-estar que diminui os riscos de ataques à geladeira em decorrência do estresse e da ansiedade. 


Outros benefícios do gengibre


• Ajuda a prevenir alguns tipos de câncer, como o de próstata.
• Combate enjoos.
• Diminui as cólicas menstruais.
• Previne e trata gripes e resfriados.
• Reduz o colesterol.
• Tem ação anti-inflamatória e antioxidante.
• É ótimo diurético e reduz inchaços.
• Diminui as dores musculares que podem surgir depois de uma aula de ginástica mais puxada.


Contraindicação


Por acelerar demais o metabolismo, o gengibre não é indicado para quem tem hipertireoidismo, sofre de enxaqueca, tem pressão alta ou problemas cardíacos. Pessoas alérgicas ou com úlcera também devem evitá-lo, assim como gestantes, crianças e pacientes com doenças que provocam hemorragias.


1. CHÁ DE GENGIBRE

Excelente para :
- espantar preguiça (cria tenência),
- resolver ressaca (levanta Ânimo),
- estimulante da libido (afrodisíaco),
- bactericida (antibiotico natural),
- excelente desintoxicante (faz faxina interna),
- medicamento do inverno (atua nas viroses).



Receita do chá de gengibre simples:


Após lavar bem e ter cortado ou ralado a raiz, espere a água ferver em fogo alto e adicione o gengibre. Tampe a panela, reduza o fogo para reduzir a fervura e aguarde de 8 a 10 minutos. Desligue o fogão, espere amornar e coe antes de consumir.



Receita do chá de gengibre com canela:

- um pedaço de 5 cm da raiz de gengibre,
- 1/2 limão,
- 1/2 litro de agua,
- um pau de canela,
- 4 a 5 cravos da india,
- uma pitada de de noz moscada ou cardamomo.

Ferver em fogo brando (em panela inox).

É baratinho, sem efeito colateral e multifuncional.
Os hindus chamam o gengibre de medicamento universal.





Já conhece a Physical fitness?
somos especialistas em moda fitness, trabalhamos também com a moda Plus size. Conheça nossos produtos em nosso site:
www.physicalfitness.com.br




sexta-feira, 30 de junho de 2017

Como não perder o pique no inverno? Personal trainer das famosas divide dicas

Como não perder o pique no inverno? Personal trainer das famosas divide dicas

Marcio Lui, o personal trainer de Sabrina Sato e Adriane Galisteu, revela o segredo para manter-se energética também nos dias frios


Coquistar o corpo dos sonhos não é tarefa fácil: você precisa ter muita força de vontade e determinação tanto no quesito alimentação saudável quanto na prática de exercícios físicos. E quando as temperaturas começam a baixar, até mesmo levantar da cama pode ser uma tarefa árdua. Como manter o pique para fazer atividades físicas nos dias frios e preguiçosos do inverno?

Marcio Lui, o personal trainer de nomes como Sabrina Sato e Adriane Galisteu, para dar dicas espertas para você se manter ativa em qualquer época do ano. 
# Desafie a si mesmo
"Eu sempre falo que o melhor jeito de sair da cama e treinar no inverno é colocar pequenos desafios para você mesmo", aponta Marcio Lui. "Primeiro, escolha dois tipos de exercícios – entre agachamento, polichinelo, burpee, abdominal, pequenos pulos e correr no lugar – e faça 1 minuto de cada (repita 2  a 3 vezes). No dia seguinte, você tem que escolher outros exercícios e assim sucessivamente".
# O exercício certo 
Quais os exercícios mais indicados para fazer no inverno? "Eu gosto de indicar exercícios intensos nessa época do ano", diz. "Para meus alunos, costuma passar treinos de 28 minutos nos dias mais frios, com exercícios combinados. Ex: burpee + agachamento; flexão  + polichinelo; correr no lugar em formato de tiro + avanço; ou abdominal + pulos".

# Você gasta mais calorias exercitando no frio
Malhar no inverno pode ser mais difícil, mas saiba que o corpo gasta mais energia quando o exercitamos no frio. "Para aquecer o corpo, o organismo passa a gastar mais energia, contribuindo para acelerar o metabolismo. E para quem faz atividade física esta perda é potencializada.
# Varie os exercícios
Uma dica boa para você não "faltar" nas aulas por conta das baixas temperaturas é nunca fazer o mesmo treino. "Procuro sempre aplicar exercícios e treinos diferentes para não cair na rotina e também espantar o frio", diz Marcio. "Neste inverno estou aplicando um treino mais curto, mais intenso, de 28 minutos". 
# Aquecimento
Nos dias mais frios, é necessário aquecer o corpo antes de iniciar as atividades, além do alongamento. "É indispensável que o aluno faça um aquecimento para elevar a temperatura corporal e lubrificar as articulações. Além do que fazendo isto pode evitar futuras lesões no corpo", diz. 
# Qual o melhor horário para treinar?
Período manhã: estudos apontam que concentrar suas atividades físicas pela manhã diminui a possibilidade de abandonar o hábito de treinar. Além disto treino pela manhã acelera o organismo para o restante do dia.
Período tarde: o corpo normalmente atinge sua temperatura mais alta no período da tarde. É possível notar que há um aumento da força e flexibilidade, que pode ajudar a reduzir o risco de lesões.
Período noite: ideal para quem não gosta de dormir cedo, bom para quem trabalha o dia todo e precisa desligar do trabalho. Alguns estudo monstram que treinar a noite se torna menos desgastante.
# Cinco regras básicas, por Marcio Lui
1. Pense que o seu corpo do verão é construído no inverno. Então para chegar bem no verão, você precisa treinar sim.
2. Procure fazer pequenos desafios de treinos com namorado, amigo ou alguém da família. Fazendo isto você se sentirá motivado.
3. Tente fazer treinos diferenciados assim você não entra na rotina
4. Pausa entre exercícios devem ser menores, o corpo esfria rápido e com isto você pode perder a motivação
5. Lembre-se que temperaturas baixas fazem com que a sensação de perda de líquidos seja menor, mais isto é impressão. Deve-se ingerir líquidos ainda maior, já que o tempo seco aumenta o risco de desidratação.

sexta-feira, 23 de junho de 2017

Os maiores benefícios de malhar no frio

Os maiores benefícios de malhar no frio

O PROJETO VERÃO INICIA NO INVERNO

Acena é comum: deitada sob uma verdadeira montanha de cobertores, o ar condicionado está ligado em uma temperatura de 25°C e você dorme como um anjo. Até que, às 6 horas da manhã, toca o despertador - é hora de levantar e para a academia, mas você opta por virar para o lado e dormir mais uma horinha.

Look Physical fitness (blusa anti UV para corrida ou outras modalidades esportivas; legging em cirrê)


Se você faz parte do time que abandona a rotina de exercícios durante o inverno, saiba que está perdendo o melhor da festa (ou dos treinos). A prática de atividades físicas sob baixas temperaturas tem uma série de benefícios que vão muito além do gasto calórico - que, aliás, pode chegar a 30% a mais que no verão. Profissionais da área do esporte explicam pelo menos seis motivos irresistíveis para você se exercitar ainda mais no frio. 


Karlie Kloss é adepta da corrida, do ballet e do pilates, mesmo no inverno  (Foto: Reprodução/ Instagram)
Karlie Kloss é adepta da corrida, do ballet e do pilates, mesmo no inverno (Foto: Reprodução/ Instagram)


Coloque o tênis, ligue o iPod e mexa-se:

1. Você gasta até 30% mais calorias
É isso mesmo: se, no verão, você gasta 600kcal correndo por 50 minutos, no inverno você gasta cerca de 780kcal durante o mesmo tempo de atividade. "Em dias mais frios, para manter sua temperatura estável, de 36,6ºC a 37,5ºC, o corpo precisa produzir mais calor", explica Marcos Paulo Reis, fundador de uma das maiores assessorias esportivas do país. "Dessa forma, existe um gasto calórico maior". Em contrapartida, esta é uma das razões pela qual sentimos mais fome no inverno - então nada de exagerar noqueijos e vinhos, OK?


2. Você dorme melhor
"Vencer o edredom e praticar 30 minutos de exercícios por dia no inverno melhora a qualidade do sono e o nível de alerta durante o dia", entrega o Dr. Sérgio Mauricio, ortopedista Membro Titular da Sociedade Brasileira de Medicina do Esporte e Exercício. Além de garantir um descanso de maior qualidade durante a noite, você irá se sentir mais disposta no trabalho, na universidade e, - sim! -, na academia. Xô, preguiça!



3. Você corre melhor
Quer melhorar seu tempo nos 10km, 21km, 42km? O inverno é a época perfeita para isso. "Para corredoras que buscam performance, correr no inverno pode ser o aliado ideal para melhorar marcas e bater recordes", conta Marcos Paulo. Isso porque, para que o seu corpo não sofra com o superaquecimento - coisa que acontece quando se pratica uma atividade física intensa durante dias quentes -, o organismo se utiliza de mecanismos que controlam sua temperatura e acabam gastando energia extra, como a produção do suor. "Correr em uma temperatura mais baixa facilita esse controle térmico do corpo, melhorando nosso desempenho", explica. Mas cuidado: a corrida em temperaturas excessivamente baixas também podem afetar negativamente o seu desempenho. "Neste caso, o calor produzido pelo trabalho muscular pode não equilibrar a perda térmica, deixando o organismo em uma situação desfavorável para o perfeito funcionamento". Para não errar, se vista sempre de acordo com a temperatura do dia.



4. Você pode acordar (e treinar) mais tarde
Se no verão você se obriga a levantar na madrugada de sábado só para correr o "longão", no inverno você pode se dar o luxo de ignorar o despertador e acordar naturalmente. Além de o sol afetar seu treino de forma mais leve, a ausência do calor permite que até mesmo um treino ao meio-dia seja agradável.



5. Você evita doenças (inclusive, o resfriado!)
Não fique com medo de correr e caminhar ao ar livre quando as temperaturas estiverem baixas. Agasalhe-se e vá pra rua! Segundo o Dr. Sérgio Maurício, a prática de exercícios no inverno previne doenças como depressão e ansiedade, além de melhorar consideravelmente o humor. "Além disso, há uma melhora na imunidade, reduzindo as suas chances de sofrer com uma gripe ou resfriado", revela.



6. Você melhora sua performance 
Se você é adepta da ginástica funcional, luta ou dança ao ar livre, mantenha-se fiel à sua rotina outdoor mesmo quando o frio tentar desmotivá-la. Lembre-se que, no alto calor do verão, o desconforto toma conta do organismo ao aumentar a produção de suor e a frequência respiratória, deixando você cansada mais rápido. "Na intenção de resfriar o corpo, a vasodilatação que ocorre na pele desvia parte do sangue que poderia ser utilizado na contração muscular", explica o Dr. Sérgio Maurício. "Com isso, no frio 'sobra' um pouco mais de energia para você gastar com treinos mais vigorosos".


E então, bora treinar?? xô preguiça!!!!




quinta-feira, 9 de março de 2017

Receita Fit: Pão de Batata doce com ervas fácil

Receita Fit: Pão de Batata doce com ervas fácil de liquidificador


A receita rende 2 pães na forma inglesa (pequena)

-2 ovos
- 1/2 xícara (chá) de leite desnatado morno
- 1 colher  (chá) de sal
- 1 batata-doce média cozida (150 a 200gr)
- 1/2 xícara azeite
- fermento biológico para pão (10g o pacotinho)
- 400g de farinha (de aveia/ arroz..)
- ervas a gosto (orégano, alecrim, manjericão, salsa, etc)

Bata no liquidificador todos os ingredientes, exceto farinha. Coloque a mistura em um recipiente e adicione a farinha, mexendo até formar a massa. Deixe descansar por 20 minutos.

Leve ao forno 200º por 25 minutos em média, até dourar.

Pronto!!! Agora é só comer com moderação!!!!



Já conhece a coleção da Physical fitness?
entra lá em nosso site e dá uma espiadinha:

http://www.physicalfitness.com.br/

@physical.fitnes,

terça-feira, 31 de janeiro de 2017

A evolução da moda plus size e a valorização da auto-estima!

A evolução da moda plus size e a valorização da auto-estima!





A internet está minada de artigos sobre: ser gordinha também é ser sexy e bonita, sobre como as meninas super poderosas abriram espaço e marcaram território no cenário plus size brasileiro e no mundo. Meninas e mulheres super poderosas que utilizaram esse espaço privilegiado para disseminar a ideia e abrir essa discussão sobre a valorização da mulher e da sua auto-estima! Sim, nós podemos! Podemos e temos o direito de nos acharmos bonitas, lindas, sensuais e maravilhosas!!

texto284 1
E como faz para encontrar peças que se encaixem nesse contexto? Essa pergunta ficou martelando na indústria do vestuário por um bom tempo e foi aos poucos e bem tímido que começaram a surgir algumas peças em coleções, depois criaram um espaço acanhado dentro das grandes magazines para as peças plus size e o que aconteceu? As mulheres que usam plus size piraram! E mesmo com poucas possibilidades e opções, limparam as prateleiras e os estoques dessas lojas! Foi aí que a ficha caiu!

A resposta da indústria para esse publico que se mostrou ávido por consumo de peças que estão na moda, que seguem a tendência e que não deixam em nada a desejar no quesito vestimenta linda, chic e maravilhosa... Foi arrebatador!

Cada dia que passa vemos a indústria, as marcas, as lojas, as magazines, as confecções aumentarem seus números em relação à moda plus size, o que é lindo de se ver e vestir!

E pensando nisso que a Physical fitness inovou a sua linha PLUS SIZE ACTIVE, para atender esta mulher linda, curvilínea, que quer se vestir linda, e tão linda quanto as magrelas.

Conheça mais em:
http://www.physicalfitness.com.br/plu/

quarta-feira, 25 de janeiro de 2017

PLUS SIZE ACTIVE - A EVOLUÇÃO DA MODA PLUS SIZE

PLUS SIZE ACTIVE - PHYSICAL FITNESS

O SEGMENTO PLUS SIZE DA PHYSICAL FITNESS!!

"VALORIZAR A DIVERSIDADE DAS FORMAS COM CONFORTO, ELEGÂNCIA E MODELAGEM DIFERENCIADA; PROPORCIONAR BEM-ESTAR E SUPRIR UMA CARÊNCIA NO MERCADO ACTIVEWEAR DE TAMANHOS MAIORES"


PHYSICAL FITNESS - PLUS SIZE ACTIVE é um novo conceito em plus size, para a linha activewear / fitness. No mercado fitness desde 2004, a physical fitness atende ao mercado de tamanhos maiores (plus size) desde 2010.
 E para 2017 estamos lançando um novo conceito em PLUS SIZE ACTIVEWEAR: uma linha mais moderna, arrojada e completa, para você ou para suas lindas clientes curvilíneas!!! 
A moda plus size deixou de ser aquelas peças sem graça, sem cor e sem estampas... ela se transformou, porque a mulher brasileira gosta de cores, de flores e de amores.

Então a Physical traduziu isso: Produtos de qualidade, com informação de moda, bom caimento e modelos que se adaptem às suas curvas.
Roupas modernas, coloridas, estampadas, com corte-laser, com shorts-saias, tecidos telados (tela), cores neons, e muito mais, por que hoje a mulher plus size sabe que pode se vestir com modernidade, e com ousadia. #serfeliz é o que realmente importa

Abaixo, algumas de nossas peças da coleção Plus Size active INV.17.






Conheça a linha completa em nosso site:



10 MOTIVOS PARA PEDALAR

10 MOTIVOS PARA PEDALAR





1. Emagrece

Andar de bike é um exercício aeróbico, portanto queima calorias. O valor exato varia de acordo com o peso, a altura, a idade e o ritmo de cada pessoa. Mas a média é de 400 calorias por hora (para uma mulher com 60 quilos).

2. Aumenta o fôlego
Quando você mexe o corpo, todo o organismo, especialmente os músculos, pede por oxigênio, que é o catalisador que transforma a glicose em energia. Aí os pulmões são obrigados a trabalhar mais rápido para garantir o suprimento dessa substância e a expulsão do gás carbônico (o resultado tóxico da reação). Quem pedala habitua os pulmões a essa sobrecarga.

3. Deixa as pernas torneadas
A musculatura dessa região é bem solicitada durante a pedalada. Resultado: coxas firmes e panturrilhas trabalhadas. O aumento de massa muscular, no entanto, é discreto nada que se iguale a um treino de musculação. Mas como andar de bike também queima o excesso de gordura, a definição fica evidente.

4. Exercita a cabeça
O momento em que você está em cima da bike é aquele em que as grandes idéias surgem. Esse fato tem tudo a ver com o exercício. Fazer uma atividade aeróbica regular gera uma melhora significativa da memória e de outras habilidades mentais. Porém, isso regride quando você pára de se exercitar.

5. Economiza dinheiro
Ao trocar o carro pela bike, você deixa de gastar uma tremenda grana com combustível. Isso significa um bom saldo na conta bancária.

6. Alivia o stress
Como qualquer outro exercício, pedalar estimula a produção de endorfina, neurotransmissor que dá a sensação de bem-estar. Ou seja: ao final da pedalada, você vai ganhar uma tremenda disposição para enfrentar o dia-a-dia.

7. Ajuda a salvar o planeta
Um dos gases responsáveis pelo efeito estufa é o dióxido de carbono (CO2 ). E a maior parte dele vem da queima de combustíveis. Esse gás, quando presente na atmosfera, forma uma barreira, impedindo que a radiação solar refletida pela superfície da Terra volte para o espaço – criando, assim, o efeito de uma estufa. Com isso, as temperaturas do ar, dos oceanos e dos lagos aumentam e as funções dos ecossistemas começam a mudar. Segundo especialistas, já existe um volume de CO2 na atmosfera que vai afetar a nossa vida por mais de 100 anos. Ao andar de bike, você não lança dióxido de carbono, ajudando a reduzir as concentrações do gás e deixando o planeta menos poluído.

8. Previne doenças
Se pesquisar a respeito das vantagens de praticar um esporte regularmente, vai perder alguns dias de tantos estudos que existem. Quem pedala mantém o organismo ativo e não deixa que vários mecanismos enferrujem. Você fica resistente a várias doenças, como osteoporose e problemas cardíacos.

9. Dribla os congestionamentos
A bicicleta é o segundo meio de transporte mais rápido nas grandes cidades na hora do rush, perdendo apenas para a moto. Mas é preciso ficar atenta às normas de segurança para circular no meio do trânsito.

10. Facilita conhecer a cidade
Presa dentro do carro, você nem imagina quanta coisa bacana é possível encontrar nas ruas e avenidas da região onde mora. Sentada na bicicleta, além de sentir aquele vento gostoso no rosto, que dá sensação de liberdade, seu campo de visão se amplia e você consegue visualizar melhor o ambiente.

Fonte: Revista Boa Forma


CONHEÇA A COLEÇÃO PHYSICAL FITNESS:




http://www.physicalfitness.com.br/


Encontre-nos no Facebook

Total de visualizações de página

Seguidores